Fórum de Segurança

UM VEÍCULO É ROUBADO A CADA 2,5 MINUTOS NAS CAPITAIS BRASILEIRAS

roubo_veiculo

A cada 2 minutos e 30 segundos, um veículo foi roubado ou furtado nas 27 capitais brasileiras em 2014, totalizando 213.472 veículos perdidos, uma alta de 2,74% em comparação a 2013. Como a frota cresceu 4,93% no período, a taxa de roubos e furtos para cada 100 mil veículos apresentou queda de 2,09%: recuou de 901 unidades para 882. Os dados inéditos fazem parte da primeira série de levantamentos estatísticos do 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que acaba de ser tabulada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Os dados indicam, na opinião do vice presidente do Conselho de Administração do FBSP, Renato Sérgio de Lima, a necessidade de se fortalecer as capacidades de investigação da polícia. “O roubo e o furto de veículos, muitas vezes, acabam por financiar organizações criminosas envolvidas com tráfico e outros delitos mais graves”, destaca Lima. “O que torna fundamental o constante aperfeiçoamento das capacidades investigativas da polícia e o combate a este tipo de crime”, completa.

A cidade de São Paulo é a capital brasileira com o maior número absoluto de roubos e furtos: foram 99 mil veículos perdidos ao longo de 2014, praticamente o mesmo número de 2013 (oscilou -0,14% na comparação anual). O que equivale a 1 veículo perdido a cada 5 minutos e 18 segundos. Considerando que a frota paulista cresceu de 7,01 milhões de veículos para 7,32 milhões, a taxa de perdas a cada 100 mil veículos caiu 4,42% no período, de 1.414 perdas, em 2013, para 1.352, em 2014.

O levantamento foi realizado a partir de requisições às secretariais estaduais de Segurança Pública e/ou Defesa Social com base na Lei de Acesso à Informação (LAI) e também por meio de cruzamento de informações disponibilizadas pelas mesmas secretarias em seus respectivos websites. Pela primeira vez, em nove anos, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública apresenta os dados analíticos sobre violência nas capitais brasileiras. Os Estados da Paraíba, Acre e Ceará não disponibilizaram os dados em sua integralidade.

São Luís é a capital que apresenta o maior crescimento porcentual de perdas de veículos, em números absolutos: 59,88%. Na capital maranhense, foram roubados ou furtados 1.658 veículos em 2014, 1 a cada 5 horas e 17 minutos. Em 2013, haviam sido roubados 1.037 veículos. Considerando a taxa de roubos e furtos a cada 100 mil veículos, o aumento foi de 50,79%, também a maior do País. Na cidade, a frota automotiva é de 347.584 veículos.

Teresina é a segunda capital a apresentar maior crescimento porcentual, em números absolutos: 57,10%. Na capital piauiense, foram roubados ou furtados 1 veículo a cada 2 horas e 42 minutos. Um total de 3.241 veículos em 2014 ante 2.063 em 2013. Considerando a taxa a cada 100 mil veículos, o aumento foi de 45,91%, de 316,3, em 2013, para 477, no ano seguinte.

Considerando a proporção de roubos e furtos a cada 100 mil veículos, o anuário constata que a maior taxa está em Porto Alegre, de 1.324 unidades, alta de 2,23% em relação a 2013 (taxa de 1.295). Na capital gaúcha, cuja frota era de 832.115 em 2014, 11.017 veículos foram roubados ou furtados. O que equivale a pouco mais de 918 por mês, ou 1 veículo a cada 47 minutos e 42 segundos. No Rio de Janeiro, foram 21.240 veículos furtados ou roubados, alta de 6,03%, enquanto a taxa teve uma alta de 0,85%. O que significa um veículo furtado ou roubado a cada 24 minutos e 45 segundos.

 

Dicas de prevenção

O furto de um veículo pode durar menos de 60 segundos, por isso, é importante dificultar o trabalho dos marginais. Mas de que forma? Segundo especialistas em segurança, colocar o carro em estacionamento, procurar estacionar em lugares claros e com movimento, além de equipar o veículo com alarme, travas de segurança e até mesmo seguro, são ações que podem impedir que o carro seja levado.

Verifique Também

BASTILHA / BRASÍLIA

Bom Dia a todos. Estive pensando nesses dias sombrios pelo quais estamos atravessando. Nessa falta …